Categoria Blog/Artigos

Sete Mistérios da Bíblia Decifrados

Apesar do medo que os mistérios impõem sobre o homem, a tendência da mente humana é partir ao encontro do desconhecido, mesmo diante do perigo que possa representar. Desde muito cedo as mentes mais corajosas moveram o mundo no intuito de desvendá-los. Ainda nos dias atuais o homem encontra-se impermeado de perguntas sem respostas, apesar do avanço da ciência e da tecnologia. Em pleno Século XXI os mistérios ainda fazem parte do cotidiano das pessoas. Com o advento da internet, vivemos a chamada Era da Informação, mas o que encontramos na vedade é um oceano de informações duvidosas. Por exemplo,…
Leia mais

A Ciência e o Livro de Urântia

O Livro de Urântia contém muita informação científica que foi revelada entre 1925 e 1935 por um indivíduo que se preocupava muito pouco com o material. Algumas dessas informações discordavam com a versão científica da época. Mais de meio século depois, algumas daquelas informações contraditórias originais, concordam agora com a ciência, e algumas ainda não. As informações tratam principalmente da criação do Universo, da Terra e do homem, como também os fundamentos da matéria e da energia. Teorias sobre estes tipos de assuntos evoluem conforme a ciência amadurece e muda suas idéias. Tais mudanças provocaram um novo acordo entre a…
Leia mais

Encontrar a Deus

O evento notável dessa escala foi a reabilitação de Esdras, o judeu desencaminhado, que era o taberneiro do lugar onde Jesus e os seus companheiros hospedaram-se. Esdras encantou-se com a aproximação de Jesus e lhe pediu para ajudá-lo a voltar à fé de Israel. Expressou a sua desesperança dizendo: “Eu quero ser um verdadeiro filho de Abraão, mas não consigo encontrar Deus”. Disse-lhe Jesus: “Se tu queres realmente encontrar Deus, esse desejo é por si mesmo a evidência de que já O encontraste. O teu problema não é que não consigas encontrar Deus, pois o Pai já te encontrou; o…
Leia mais

Conflitos exaustivos

Certo dia, após a refeição da noite, Jesus e o jovem filisteu passeavam pela orla do mar, e Gádia, não sabendo que este “Escriba de Damasco” era tão versado nas tradições dos hebreus, apontou a Jesus o ancoradouro do qual, supostamente, Jonas havia embarcado na sua desafortunada viagem a Tarses. E quando concluiu as suas observações, fez a Jesus esta pergunta: “Mas tu crês que o grande peixe de fato engoliu Jonas?” Jesus percebeu que a vida desse jovem tinha sido tremendamente influenciada por essa tradição e que a contemplação desse episódio inculcara nele a idéia disparatada de fugir ao dever;…
Leia mais